Cris Arcangeli e as lições de uma mulher empreendedora

A participação de mulheres no mercado cresce ano após ano. Além do aumento de presenças femininas em posições de destaque de grandes empresas, há também o notável avanço de mulheres empreendedoras.

Cris Arcangeli – CEO da Beauty’in, empresa focada em ajudar mulheres a empreender, destaca que cerca de 53% dos novos negócios dos últimos anos surgiram pelas mãos de mulheres e, em 40% dos casos, elas tocam os negócios sozinhas. Porém, a taxa de mortalidade desses negócios ainda é grande, 66% das iniciativas morrem antes de completarem 4 anos.

O início

Para Cris, o essencial para iniciar um projeto promissor e duradouro é procurar uma ideia que tenha demanda e identificar uma dor que ainda nenhuma empresa foi capaz de resolver definitivamente. “É preciso primeiro entender o mercado. Em momentos como esse, de pandemia, algumas coisas deixam de existir, mas várias outras surgem. Agora é a hora de entender o que está aparecendo como novidade e atuar em cima disso”, explica.

A empresária destaca ainda que é preciso ter um time empreendedor para operar funções que precisam ser distribuídas. Para isso, é necessário ter um plano de negócio para organizar com coerência o time e o negócio como um todo.

Divulgação

Aproveitar o potencial da internet é outra questão primordial para manter um negócio vivo e crescendo. “Grande parte das vendas, hoje, funciona online. Parece fácil, mas não é. É preciso conhecer a fundo o seu cliente e o potencial dos canais digitais. E mais, coloque gente competente para ajudar. Caso contrário, existe a chance de jogar muito dinheiro fora. Entenda quem é seu cliente, onde ele mora, e como se comporta”, explica.

A internet e as redes sociais podem catapultar uma marca da noite para o dia, mas também pode fazer o contrário, destruir o trabalho de décadas em pouco tempo. Por isso, Cris destaca a necessidade de criar e manter a credibilidade do negócio. “Não existe nada que te leve a tantos lugares quanto a credibilidade. Quem vende milagre, vende mentira. Esses discursos milagrosos como ‘fique rico em 1 mês’, ‘perca peso em 1 semana’, entre outras promessas são impraticáveis e o público vai se frustrar. A internet é implacável com isso e o poder de disseminação nas redes de uma informação negativa pode acabar com seu sonho”, destaca a empreendedora.

 

Compartilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email